Análise do Tempo

Condições de nebulosidade sobre o Maranhão em 11 de julho de 2017

 

Atualizado às 11:00 hs

Na  imagem mais recente do satélite meteorológico GOES-13  do dia 11 de julho de 2017 às 13:30 UTC   (10:30 Hora Local) observam-se poucas nuvens em quase todo o estado do Maranhão. Isso se deve à atuação de uma massa de ar seco, comum para a época do ano. Devido à termodinâmica local e ao escoamento favorável em superfície, poderá se formar nebulosidade significativa ao longo do dia no litoral maranhense. Essa condição pode causar chuvas em pontos isolados da região.

 

Conheça alguns fenômenos meteorológicos que causam chuvas no Maranhão:

ZCIT é a principal responsável  pelas chuvas dos últimos meses no setor centro-norte do Maranhão, e isso tem contribuído para um aumento considerável dos totais mensais, onde muitos municípios tem apresentado chuvas já em torno da normal do mês.
Já a partir de maio e perdurando em junho e julho, as chuvas no Maranhão também são engatilhadas, muitas vezes, por ocorrências  de DOL ou Ondas de Leste, que são pertubações no campo do vento e pressão atmosférica que se propagam pelo Oceano Atlântico Tropical desde a costa oeste da África com atividade máxima no inverno do hemisfério sul. Quando chegam na costa da Região Nordeste do Brasil, essas ondas têm a função fundamental de modular a convecção e consequentemente, a precipitação pluviométrica na região. Assim, principalmente  nos meses de maio, junho e julho, muitos episódios de chuvas fortes são ocasionados pela ação de DOL no Maranhão, especialmente no centro-norte.

O Estado do Maranhão ainda  se encontra na época chuvosa, exceto o extremo sul, que começa a indicar configurações do período seco.  Entretanto, essa condição não descarta a ocorrência de  veranicos (alternância de dias com sol e chuva), pois dependendo do posicionamento do  da ZCIT e de alguns casos de DOLs, podem ocorrer grandes sistemas de tempestade capazes de produzir chuvas fortes com trovoadas. Por conta da período chuvoso, as áreas de risco de deslizamentos e enchentes devem receber melhor atenção por parte dos órgãos competentes.

 

*ZCIT – Zona de Convergência Inter Tropical.

*DOL – Distúrbio Ondulatório de Leste

*Troposfera – Camada da atmosfera mais próxima da superfície onde ocorrem a maioria dos fenômenos meteorológicos.

*UTC (Universal Time Coordinated): Tempo Médio de Greenwich.

 

Atenção: As áreas coloridas nas imagens com realce, representam a temperatura (conforme escala de cores) do topo das nuvens. Quanto mais frio for o topo da nuvem, mas desenvolvida verticalmente e propícia à ocorrência chuva ela é.

 

Meteorologista responsável

Andréa Santos